• Autor David Calle
  • Ilustrador
  • Coleção Ciências Sociais
  • ISBN 9789896684891
  • PVP 18,79 € (IVA incluído)
  • preço fixo até fim de setembro de 2020
  • 1ª Edição abril de 2019
  • Edição atual 1.ª
  • Páginas 320
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 150x230x21 mm
  • Idade

O professor sensação do YouTube!

De que cor é um espelho?
Qual o peso do martelo do Thor?
Porque é que não podemos viajar até ao passado?
Quantos megapixéis tem o olho humano?

A leitura deste livro ocupará 0,0005% da tua vida, entre 7200 e 14 400 segundos. Talvez a mesma duração do filme Blade Runner 2049 (de 2017) ou da trilogia original de A Guerra das Estrelas. Mas, como tantas outras coisas, o tempo é relativo.

Se a tua vida for longa e próspera, que assim seja, viverás mais de dois mil milhões de segundos, embora passes um terço deles a dormir. Como isso já é demasiado tempo com a cabeça colada à almofada, caber-te-á passares os restantes segundos acordado, a vivê-los, a apreciá-los. Porque podem ser apaixonantes.

Se leres este livro daqui a alguns anos é possível que, nessa altura, algumas das coisas que agora são tidas como certas e até imutáveis já não façam sentido. Nada permanece, nada é constante ? «A única constante é a mudança», vaticinou Heráclito há 2500 anos. É essa a maravilha da ciência, que avança imparável de dia para dia.

Espero que este livro te inspire para construíres os teus próprios sonhos e que seja o início de uma busca desenfreada de explicações para o que te rodeia.

David Calle nasceu em 1972 em Madrid. Quando era pequeno, adorava filmes de ficção científica porque os efeitos especiais o fascinavam. Mas, sobretudo, gostava do género porque o fazia sair do cinema com imensas perguntas. Talvez por isso tenha optado por estudar Engenharia de Sistemas de Telecomunicações.

Quando a crise o deixou sem trabalho, regressou à escola onde já tinha dado aulas. Mas a mesma crise que o impeliu num determinado rumo, impedia que muitos dos seus alunos conseguissem pagar as aulas. Foi então que decidiu criar um canal do YouTube onde eles podiam aceder gratuitamente às aulas.

Mas quando tentou registar o nome do canal, descobriu que esse nome já existia. Enquanto pensava no que fazer a seguir, comia batatas fritas de um pacote que tinha escrito «sabores únicos». Foi quando se lembrou da teoria de um amigo de que as empresas mais bem-sucedidas têm dois «o», como a Google, Yahoo, Facebook…
E foi assim que escolheu o nome Unicoos, que se tornou um canal educativo em espanhol, acessível em todo o mundo e que conta já com um milhão de subscritores.

Em 2017, os seus alunos indicaram-no para o Global Teacher’s Prize, o equivalente do Nobel em termos de educação, e David Calle ficou entre os dez finalistas. No mesmo ano, a revista Forbes incluiu-o na sua lista das «cem pessoas mais criativas do mundo».